Login
Artigos Semanais
A Guerra sem Morte
02/07/2014

O Campeonato Mundial de Futebol é uma guerra entre países sem mortos. O Campeonato mundial não é uma competição de futebol comum, nem é um campeonato entre clubes ou entre nações como amistosos etc. Por isso ficamos espantados quando uma Costa Rica surpreende a uma poderosa Inglaterra, Itália ou Uruguai que somados dão sete títulos mundiais abatidos.

Uma Copa do Mundo é uma guerra sem armas, onde as nações confrontantes dão a própria vida pelo seu país. É ali que nasce o patriotismo numa criança e revive no adulto. Somente desta forma podemos entender como uma Campeã mundial e número um da FIFA a seleção Espanhola, são despachados de imediato da competição quando mal começou. Somente assim se explica como um pequeno país de terceiro mundo pode vencer uma poderosa nação e líder mundial.

Vendo por este ângulo, podemos observar que existem forças ocultas que conspiram por traz das jogadas que dão certas quando parece improvável e dão erradas quando parece impossível de errar. O jogador estrela da Espanha, em entrevista antes do inicio da Copa, disse que vieram buscar a taça. Somente isso, buscar não valorizou seus oponentes e se saiu mal. O Uruguaio que deu um exemplo de como não se comportar em campo, mordendo seu adversário, também foi embora de forma quase humilhante e pois seu país a perder.

Como o ser humano tem ainda dentro de si, esta forma instintiva de disputa, esta competição toma a dimensão de uma guerra e tomara que no futuro as disputas todas sejam feitas com a bola e não com armas.

Analisando desta forma quem poderá ser o vencedor nesta guerra entre nações em que não tem mortos? Muito provavelmente, será um país cujo seus representantes além de um bom futebol, tenham respeito pelo adversário e possam dar um exemplo de solidariedade, fraternidade, pois é esse o objetivo desta disputa. Não para ofensa, arrogância, prepotência ou despotismo. É no gramado em que se igualam as nações e não importa se é rica ou pobre é no comportamento que se vê o nível de um povo. Tomo como exemplo o Camarões, que mesmo sendo pobres, deram uma demonstração de egoísmo e brutalidade.

Para você que compreende dos mistérios da vida, veja que o troféu é uma copa, embora modificada de seu original, a competição manteve o nome, “Copa do Mundo”. O que representa a “Copa”? A Copa é o receptáculo, o local onde é depositado o germe da vida o local aonde a vida germina. Não é a toa que o símbolo do Cristo é a Copa ou Cálice Sagrado, pois Ele representa a vida, uma vez que Cristo é a substância vida, ou seja, tudo o que existe é o Cristo, filho de Deus. Somente o Cálice poderia representá-lo.

Caro amigo, esta competição, no futuro substituirá as guerras e será a marca para o universo, como o planeta em que a bola (Uma esfera, símbolo do universo) é a que resolve os problemas das nações. Não é a toa que é o evento mais visto no mundo.

Enio Chiappetti

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.