Login
Artigos Semanais
A Natureza de Deus na Mãe
21/05/2014

Enviemos um pensamento de gratidão a todas as mães que criaram seus filhos com afeição. Se os filhos refletissem sobre o amor que lhes foi dedicado por suas mães, sentiriam o desejo de dar afeição idêntica a todas as crianças do mundo.
Que todos os filhos e filhas que foram nutridos pelo amor da mãe sintam-se repletos de afeição maternal – que é amor incondicional – e expressem essa afeição aos demais. Desse modo, darão ao mundo o consolo da Paz e trarão o Céu à Terra.

O amor materno não nos é dado para estragar-nos pela excessiva indulgência, mas para enternecer nossos corações, a fim de que, por nossa vez, possamos suavizar os outros com benevolência e libertá-los dos apertados laços da escravidão ao mundo – as almas que se debatem –. Os que estão irremediavelmente algemados ao pecado e em terríveis dificuldades precisam de nossa ternura e amor.

Na Índia se referem a Deus como Mãe Divina, porque uma verdadeira mãe é mais terna e misericordiosa que um pai. A mãe é uma expressão do Amor Incondicional de Deus. As mães foram criadas por Deus, para mostrar-nos que ele nos ama com ou sem motivo. Os que pensam na mulher como objeto de luxúria perecem nesse fogo, mas os que olham todas as mulheres como encarnações da Mãe Divina descobrem nelas uma santidade inviolável. Quando você puder ver todas as mulheres como sua própria mãe, o Amor Universal entrará em seu coração.
Todo homem que contemplar uma mulher como encarnação da Mãe Imortal encontrará a salvação. Um marido deveria ver em sua esposa a pura beleza da Mãe Divina. Encarando a esposa como a mãe, encontrará nela uma essência sagrada, não percebida antes.
As mães não poderiam amar seus filhos se, nelas, Deus não tivesse implantado esse amor. Contudo, o crédito pertence também ao instrumento, porque o fluxo de Amor Divino passa através da mãe humana. Todos os grandes mestres honraram suas mães.

Um lar adquire graça pela presença da Mãe Divina, sob a forma de Mãe Humana. Não é esse um pensamento para ser lembrado sempre? Não o esqueça. O amor à Mãe deve ser constantemente cultivado em seu coração, de modo que, sempre que avistar uma mulher, você a veja como sua mãe.

Por que se deu à mãe esse amor? Para que pudesse amar seus filhos de modo incondicional. Amar o próprio filho é apenas um exercício do Amor Divino. A mãe pensa que o filho é seu, mas ele é filho de Deus. O filho lhe será tirado assim que o Espírito Divino o chamar. Assim, toda mãe deve estender o Amor que sente por seu filho a todos os filhos da terra. A Mãe Universal as fez à sua imagem, transmitindo a todos os seres seu ilimitado Amor.

Elisângela Moreira

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.