Login
Artigos Semanais
As Maldades Deste Mundo
16/10/2013

Quando falamos que este mundo é governado pelo mal, dá a impressão de que só existem maldades nas pessoas e isso não é verdade. Existem muitas pessoas de bem, bem intencionadas e fazedoras do bem. Pessoas que lutam e acreditam num mundo melhor e isso não podemos negar.

Porém em uma coisa devemos concordar quem domina este mundo, as grandes multinacionais, empresas coligadas, fusão de grandes empresas, domínio de setores da alimentação, petróleo, laboratórios químicos, etc. fazem o jogo do lucro abusivo e incessante, motivo de suas existências. E isso é uma maldade. Querer um mundo melhor e explorar uns aos outros é no mínimo insanidade.

Os bancos pagam por seu dinheiro aplicado, a correção é uma migalha de meio por cento. Quando tu necessitas de um empréstimo, te cobram até dez por cento como é o caso dos cartões de créditos. Esta diferença de um para dez é exploração e gente de bem não explora.

Os medicamentos vitais para a sobrevivência humana ficam vinculados ao laboratório que o criou e não permite que outros o produzam, para elevar seus preços e enriquecer em cima da doença. Ganhar dinheiro com sofrimento alheio é imoral e as conseqüências disso são catastróficas e não conseguem desfrutar deste lucro com prazer ao contrário resulta em mais dor e sofrimento.

A fome no mundo não acaba pelo mesmo motivo, preferem deixar armazenados os produtos a vendê-los por um preço em que o lucro não atinja sua ganância. Se os poderosos deste mundo se unissem em favor dos miseráveis, contra a fome no mundo em um ano acabariam com ela, pois os valores gastos com supérfluos sobrepõem à cifra em enumeras vezes da que se gastaria com a fome.

Em reflexão profunda tenho entendido de que tudo na vida obedece a uma lei de ação e reação, causa e efeito. Como diz Jesus, lei de atividade e movimento ou ligação e rejeição. Atração e repulsão, tudo é a mesma coisa e significa que para cada atitude uma ação contrária corresponde de igual valor e intensidade. São instrumentos ou ferramentas da criação para dar sustentabilidade a esta forma de vida tridimensional. (Material)

Aqui vale o ditado popular em que diz que a semeadura é livre, mas a colheita obrigatória. Tudo o que se faz tem uma reação boa ou ruim de acordo a ação e me parece que as grandes potências do mundo, não aprenderem esta lei básica, fundamental para a existência deste mundo. Simplesmente a ignoram, acreditando que podem estar por sobre estas leis e o resultado é catastrófico tanto do ponto de vista individual como regional, nacional ou planetário.

Sob esta análise, lançamos um olhar de como se comporta a humanidade em geral e os países e veremos que o que aguarda este mundo é uma grande reação que fará tremer as estruturas mais céticas e abalar as crenças mais fanáticas. Não ficarão impunes esses roubos, falcatruas, enganos, traição em que uns exercem sobre os outros. A invasão, subjugação, exploração das nações umas contra as outras, tudo tem uma reação ou do subjugado ou da natureza que reage para deter a ação do poderoso.

Ainda crer que este mundo está dominado pelo bem é no mínimo ingenuidade. Vejam que as grandes nações estão diariamente sendo atacadas por ação dos homens ou da natureza em forma de vendavais, terremotos, furacões, tempestades, chuvas, etc. Vejam os Estados Unidos, veja a China e todos estes países, a lei ta mandando um recado, chega de agressões ou as conseqüências serão terríveis.

Para terminar, se não mudarmos nossas atitudes seremos destruídos. Toda a maldade já produzida no mundo é suficiente para uma verdadeira transformação de tudo o que está ali e se não cessarmos a maldade, muito pior será o desfecho desta epopéia humana.

Os países que lutam contra "a maldade" de outros, estão simplesmente sofrendo as conseqüências de suas ações de anos passados. Jogaram bombas sobre outras nações, invadiram dizendo que era para combater o mal, mas o propósito era retirar as riquezas daqueles países. Assim foi com o Vietnã, Afeganistão, Irã, Iraque, tudo isso recai sobre um povo cuja nação se denomina o Xerife do mundo.

Amar, respeitar, ser honesto, compreensivo, tolerante, paciente, generoso, sem dúvida levaria este mundo a um progresso nunca imaginado e a nação que assim proceder, receberia benções de todos os povos da terra e a natureza será prodigiosa em seu favor.

Enio Chiappetti

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.