Login
Artigos Semanais
Cartas ao Novo Mundo: Como ser e proceder para estar no Novo Mundo
22/05/2013

Para participar do Novo Mundo, algumas coisas devem ser aprendidas e praticadas. Entre estas coisas estão a não critica e o não julgamento.

A Crítica demonstra a falta de maturidade e de despreparo. Quando alguém atinge o nível necessário para ingressar no Novo Mundo não critica, antes ajuda, orienta, ensina, quando for procurado.

Criticar alguém é se colocar num plano superior e com este ato demonstra que não entendeu ainda como funciona o Novo Mundo, por tanto não pode participar dele.

No Novo Mundo, não existe inferior ou superior, existe apenas um tempo que separa as pessoas. Alguns já atingirão um tempo e outros também o atingirão em seu tempo, mas todos têm a mesma potencialidade, portanto não pode ser superior ou inferior, antes somos todos iguais e cada qual faz suas escolhas.

Na medida em que nos aproximamos da Fonte, as diferenças desaparecem, por tanto somos todos iguais diante de Deus.

Igualmente ocorre com o julgamento. Quando alguém julga é por que se considera justo e ao se qualificar está desqualificando seu ingresso no Novo Mundo.

Julgar alguém é dizer que ele está errado, portanto deve ser condenado. A condenação é exclusão e o Novo Mundo é de inclusão e não exclusão. Julgar é separar e o Novo Mundo é de unificação. O Julgamento é um ato de imaturidade e falta de inteligência e demonstra um baixo nível de evolução espiritual, momentaneamente inferior ao do julgado.

Antes devemos exercer a misericórdia, pois ela é uma atuação exigida no Novo Mundo. Ela é exigida por dar sentido, norteamento ao novo morador deste Novo Mundo. Na misericórdia, não tem lugar à disputa, nem o egoísmo, nem o certo ou errado. Não tendo certo ou errado desaparece a razão, motivo de julgamento e separação, pois ele é uma compreensão que quer anular a compreensão do outro e com isso desnivela os seres humanos, política contraria ao Novo Mundo em que todos somos iguais.

A misericórdia por sua vez aciona a ação do perdão. Este cancela todo o julgamento, corrigindo a situação e nivelando as pessoas envolvidas dando a elas a condição exigida para estar no Novo Mundo que é a graça. Isso está demonstrado pelo fato de quem perdoa tem misericórdia e ela descansa no estado da graça.
A graça dá sem exigir nada, por isso ganhou este nome. Ela aciona o perdão por não exigir nada e perdoar é não ver culpa e não precisa ter razão, pois só um sem culpa tem graça, só um que viva no estado da graça é que tem misericórdia que leva as pessoas a perdoarem.

No Novo Mundo a única lei é o amor, porém amor consciente. Em outros momentos falaremos exclusivamente deste que é a única lei, agora gostaria de falar da forma como se manifesta esta energia que nos confunde, por isso dissemos, "o amor deve ser consciente".

O amor inconsciente é o reflexo, não o amor, é um reflexo dele, uma intenção, uma expressão intencionada, mas não é o amor. Muitas vezes se confunde o amor com apego. O apego é uma forma manifestada do egoísmo que quer tudo para si e o amor é doação.

A maior forma de amor é a existência, pois para que exista alguém teve que se doar, por isso a doação é o ato de amar incondicional. No Novo Mundo devemos aprender a nos doar, esta é a condição, porque precisamos ter para crescer e nos mundos superiores só dando é que se recebe é a única forma de ter, portanto devemos urgentemente aprender a dar, doar-se. Dar para receber, ensina-se para saber, ama-se para sentir e dar amor.

A felicidade é uma conquista do amor incondicional, nenhuma pessoa é verdadeiramente feliz se não ama e amor é doação. A alegria de viver está no expressar gratidão pela existência. Gratidão não é outra coisa que devolver em forma de energia, em forma de substancia aquilo que se tem e se recebe. Gratidão a vida, a natureza, aos pais, filhos, etc. e nisso está à gratidão a Deus, pois não se pode ser grato a aquilo que se desconhece. Sendo grato a tudo o que nos rodeia seremos grato a Deus a Fonte de toda a vida. Como gratidão é o ato de devolver, quando somos gratos a tudo o que temos, estaremos dando mais vida a vida e isso é o que possibilita a eternidade.

Gratidão, que é igual a devolver, é o que deve aprender de imediato o morador do Novo Mundo.

Enio Chiappetti

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.