Login
Artigos Semanais
O mundo cristão tem um novo Papa
20/03/2013

Após a Igreja Católica ter sido tomada de assombro com a renúncia do Papa Bento XVI, acaba de eleger um novo representante, que se codenomina de Francisco. Todos sabem que o Vaticano vive um momento muito difícil, em que tem que prestar aos fiéis e a sociedade em geral uma explicação sobre os escândalos envolvendo o clero romano e a igreja como um todo.

A Igreja Católica já enfrentou muitos escândalos, como conta o livro "A História Secreta dos Papas". Em inglês, o livro chama-se "Dark History of the Popes". Nessa biografia dark de religiosos, Brenda Ralph Lewis, mostra que o passado é uma coleção de crimes: "Vício, Assassinato e Corrupção no Vaticano". Conta que o Papa "João XII (955-964) tinha um bordel dentro do Vaticano. Já Inocêncio III (1198-1216) foi responsável pela morte de mais de um milhão de pessoas por um período de 20 anos. Alexandre VI (1492-1503) teve oito filhos com prostitutas, indicou parentes (Seu filho foi um) para cardeais e acumulou vasta fortuna".

O livro também mostra que mulheres atuaram nos bastidores para arquitetar eleição de papas, como a Marózia e sua mãe Teodora. Massacres, abusos, traições, atrocidades, libertinagem e devassidão marcam períodos da história da Igreja Católica. Essa instituição tentou preservar sua imagem ao longo dos séculos reprimindo dissidentes e calando opositores com a morte. Gregório XIII teve filhos bastardos antes de tomar ordens sacras; Júlio II teve pelo menos uma filha ilegítima; João XII, deposto pelo Conclave, foi dito ter transformado a Basílica de São João de Latrão em um bordel e foi acusado de adultério, prostituição, incesto; Júlio III (1550-1555) foi acusado de ter tido um longo caso extraconjugal com Innocenzo Ciocchi del Monte. (http://www1.folha.uol.com.br)

Existem até casos não comprovados, de que uma mulher assumiu o papado, a papisa Joana ocupou o cargo durante dois ou três anos, entre o Papa Leão IV e o Papa Bento III (anos de 850 e 858). Temos ainda um Papa que vendeu o cargo, como Sergio III, que fora destronado e ao recuperar o trono, um mês depois, vendeu o cargo de novo, por 650 quilos de ouro, desta vez, com o propósito de se casar! Este mesmo Papa teve um filho ilegítimo com sua irmã Morósia, este filho veio a ser também Papa, o João XII, aquele do bordel. Esta Marósia e sua mãe mandaram no Vaticano por anos. (www.maoslimpasbrasil.com.br)

Para terminar uma lista interminável de escândalos de fazer arrepiar os mais incrédulos, citamos o caso de Lucrécia Bórgia, a filha ilegítima de Rodrigo Bórgia, importante personagem espanhol do Renascimento, que viria a se tornar o papa Alexandre VI. Lucrécia com seus dois irmãos e mais o pai, "Os Borjas", foram protagonistas das mais imagináveis histórias de incesto, traição, assassinatos...

O escândalo atual com seus misteriosos dossiês, parece não ser nada e de forma alguma vai abalar o clero? Engano. A poderosa instituição pode desabar. Os tempos são outros e a humanidade evoluiu e já consegue se relacionar com o espiritual, com o divino sem a presença da organização religiosa e seus representantes. Aqui reside o perigo do Vaticano perder o poder secular sobre os cristãos. Uma bomba cai neste momento sobre esta instituição e o Papa Bento XVI saiu de cena como uma torre fulminada que marca o início do fim deste império.

Tudo isso não é mais que a ponta de um iceberg. Há algo mais grave do que a crise na igreja. A crise é mundial e em todas as instituições. Quanto aos casos de pedofilia envolvendo os padres, é algo grave por serem representantes espirituais de uma religião, mas é igualmente grave na sociedade em geral, na medida em que esta prática generaliza-se pelo mundo.

Não podemos fechar os olhos e fazer de conta que nada está acontecendo. Jogar pedras nos vitrais do Vaticano não vai resolver o problema. Vejamos em nossas casas, o problema da sexualidade está em todas as partes, na rua, escolas, departamento de estados, grandes estadistas, no meio do futebol e por todos os lados. A degeneração sexual bateu a nossa porta.

Como diz Margarida Hulshof (2002) em sua mensagem: "Assim tem agido a sociedade e a mídia com relação aos recentes escândalos envolvendo padres: primeiro promovem por todos os meios o erotismo, a mercantilização do corpo e dos vícios, a baixaria de todo tipo como sendo a expressão máxima da liberdade, da criatividade e da auto realização. Quando o sexo livre tornou-se demasiadamente livre para ser estimulante, passou-se a promover o homossexualismo e agora a pedofilia ou exploração sexual de crianças, como a última conquista do progresso humano". (http://www.loreto.org.br)

Então, vamos deixar de ser hipócritas e ver que o problema não é religioso e sim, social, da sociedade em geral. Padres fazem parte da sociedade que está perdida, sem rumo. Por meio da mídia, de forma inconsequente, são produzidas as mais absurdas cenas de degeneração sexual, passando a ser assimilada pela sociedade como liberdade de expressão. Nas últimas novelas, os bandidos e mulheres perversas terminam bem, mostrando que o crime e a falcatrua compensam. Tudo para dar audiência. A humanidade atual beira a insanidade.

Como dizemos em nosso artigo A Origem das Coisas: "A criminalidade, os vícios, adultérios, traição, guerras, abusos sexuais, nasceram da mente doente de alguém, vai através da mídia se espalhando e atinge um número de mentes e com isso gera a mente coletiva. Todas essas coisas que eram perversidades passam a serem vistas com normalidade e perfeitamente toleradas na sociedade, porque a mente coletiva absorveu aquilo". Dessa forma, nós vamos absorvendo os mais absurdos hábitos e transformando o que é pervertido em algo normal.

A humanidade está trilhando uma direção preocupante. Mas, de tudo isso, acredito ainda que vai sobrar a semente de uma nova humanidade. As religiões, instituições, governos estão perdidos, mas de tudo isso acredito que vai renascer uma nova forma de existência social e individual, baseada nos ensinamentos dado pelo mestre dos mestres, ensinamentos esquecidos pela humanidade nos tempos atuais.

Enio Chiappetti

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.