Login
Artigos Semanais
Artigo das Mães
10/10/2012

Dia 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

A Deusa Mãe, sempre esteve presente na cultura de todos os povos do mundo em todos os tempos e foi homenageada e venerada de todas as formas e nomes que se possa imaginar.

No antigo Egito, ela se chamava Isis e teve pelo menos mais uns dez nomes como Hator e Nuit, aquela que nenhum mortal levantou o véu, etc. Na Grécia, ela aparece como Afrodite a Deusa da beleza e mais de vinte denominações; entre os fenícios Astarte; Venus entre os romanos; Ishtar na Mesopotâmia; Alilat entre os Árabes; Kuan Yin ou Guãnyin "Aquela que enxerga os apelos do mundo", divindade femenina ou Deusa da compaixão no budismo chinês, transformação da divindade indiana da compaixão Avalokite?vara; e assim poderiamos continuar, Freya na religião germânica.

Os gnósticos foram os primeiros cristões a adorarem a Mãe e sempre foram perseguidos por acreditarem que a Divindade se manifestava duplamente, como Pai-Sabedoria e como Mãe-Amor. Consideramos um erro irreparável, o fato dos crentes desprezarem a Deus com aspecto femenino. Será importante examinar que tudo no mundo tem o masculino e o femenino e na divindade não é diferente.

Nada se cria sem o aspecto femenino, negar Deus Mãe é negar a própria vida. Mais grave ainda é ver as mulheres negando sua propria divindade, por não aceitar a mãe de Jesus como uma delas. Como querem o filho se negam a mãe? Como eu posso ter a amizade e o amor do filho se não aceito aquela que o criou? Como ter a simpatia de alguém se falo mal de sua mãe? A uma incoerência e uma intolerância. Incoerência porque não coincide os fatos e intolerância, por que por pura oposição, negam sua própria geradora.

Se nós adoramos o Espírito Santo, estamos adorando a Deusa Mãe, por que o Espírito Santo é o aspecto femenino de Deus. No pricipio Deus era o Imanifestado e quando se manifestou se tornou Deus Pai, de Deus pai se desdobra em Deus Pai-Mãe para criar o filho, foi assim que nasceu o aspecto femenino de Deus. É como negar uma parte de seu corpo, por que tem nome femenino (Nego a mão por que tenho o braço). Mesmo assim é importande esclarecer que toda a humanidade é o filho de Deus não só Jesus, se não cometemos o erro de negarmos seus ensinamentos, "todos somos um diante de Deus", "Eu Sou o filho de Deus e também vós o são, portanto somos todos irmãos".

Como Maria teve muitas aparições e isso está comprovado, em cada aparição lhe deram um nome, Fatima, por ter aparecido neta cidade em Portugal, Lurdes por ter cido em Lurdes e outros nomes pelas circunstância, das Graças, das Dores, do Bom Parto, etc. E ainda das entidades que promovem sua fé nas profissão que exercem como Nossa Senhora dos Navegantes e tantos outros nomes e aspectos, mas é sempre a mesma.

Maria a mãe de Jesus, pelos trabalhos prestados pela humanidade em diferentes tempos e culminando com a missão divina de ser a mãe fisica do Comandante deste universo, foi elevada a categoria de mãe deste mundo, o quarto Logos, o aspecto femenino de Deus mais proximo dos seres humanos deste planeta. Ela representa todas as mães e ama todos seus filhos assim como Seu filho nos ama. É sem sombra de dúvida a intercessora entre humanos e o divino. Defende seus filhos no tribunal da lei, após a morte física. Feliz daquele que ama sua mãe terrena e adora sua mãe divina, este não é e não será orfão em nenhum momento de sua vida.

Para nós brasileiros, temos um motivo a mais para nos apegarmos a Ela, pois é nossa padroeira, a mãe do Brasil.

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.