Login
Artigos Semanais
Tempo de Preparação
07/10/2015

Na Atlântida, quando chegaram os tempos difíceis em que aquela humanidade se encontrava em franco processo de degeneração, começaram a surgir Templos de Luz por todas as partes, com a finalidade de assistir aos filhos de Deus de boa vontade e de puro coração.

Quando as águas rodearam os morros e começaram a invadir as cidades, estes filhos se reuniram nos Templos e conduzidos por guias espirituais que ofereceram suas próprias vidas para assisti-los, rezavam e cantavam cânticos que acalmavam seus corações e quando as águas atingiram os Templos, desencarnaram sem temor, sem nenhum carma, totalmente livres, ascensionando em massa.

Naquela época, o Senhor Ramú Waisvasvata, o Noé Bíblico, chamava a atenção das pessoas para abandonarem seus vícios e a degeneração sexual, mas ninguém o escutava e o taxavam de louco.

Quando a terra tremeu e o mar se levantou, como está escrito no Antigo Testamento, as madames o procuraram, com seus animais de estimação nos braços, casacos de pele e caixa de jóias nas mãos e diziam: Ramú, Ramú, me espere, quero entrar em tua Arca. Ramú com voz severa respondeu: Não podeis entrar na Arca porque não estais preparados e agora já não há mais tempo para a preparação e o continente Atlântico afundou no mar e já nas profundezas do oceano de mesmo nome. Os que escutaram a Ramú, povoaram a terra após o dilúvio universal.

Passaram-se os anos e tudo caiu no esquecimento. A humanidade mais uma vez atingiu seu apogeu, desenvolveu-se em tecnologia, criou conforto para ao corpo, aprendeu a se comunicar a distância, criou um complexo sistema econômico e mais uma vez perde os valores morais e espirituais. Esses valores são essenciais para uma evolução segura, uma vez que antes somos espíritos, assim como uma casa, antes de existir é um pensamento que depois vai se materializando. A espiritualidade é um processo de evolução, não de religião, assim como a mente racional é um processo de evolução da mente instintiva e quando se perde essa compreensão tudo começa a ruir e é o que está acontecendo com a humanidade presente.

Mais uma vez vêm os Ramú, enviados do Céu, para alertar a necessidade de regeneração, mais uma vez se cria templos para abrigar as criaturas de nobre e puro coração, mais uma vez a humanidade em geral não escuta os enviados, aguardamos para ver o que nos reserva o destino.

Assim como um agricultor semeia a semente e confia na capacidade de germinação e de produção, do mesmo modo Deus confia na chispa divina que cada ser humano carrega em seu coração, mas muitos por livre arbítrio buscam outros caminhos. Algumas sementes produzem cem por grão, outras 60, 30, algumas um por um e outras ainda apodrecem sem germinar. Do mesmo modo o ser humano, desperta para sua realidade e encontra o que Jesus chamava de Reino dos Céus ou a imortalidade, outros além de despertarem ajudam a centenas de pessoas a despertarem, mostrando-lhes o caminho, outros se salvam a si mesmos e estão satisfeitos e muitos infelizmente não despertam e acabam se degenerando e com isso são afastados dos demais para não contaminar.

Assim como o agricultor, quando chega à época da colheita, percebe onde esta o melhor talhão e envia seus empregados a cuidarem para dela tirar as sementes para o próximo plantio, de igual maneira Deus, envia seus servos para ajudar, assistir e preparar as almas que não se degeneraram, para serem sementes da nova raça.

Quando o agricultor colhe sua plantação, ele há envia para os armazéns onde é feita a classificação. Uma parte vai para a indústria e serve de alimento para o homem: arroz farinha, óleo etc., outras vão ser ração para os animais, outras para farelo e algumas não passam na classificação e são jogadas fora.

Deste mesmo modo, a Divindade tem preparado planetas para onde serão levadas estas almas de acordo com o merecimento. Algumas irão encontrar sua estrela original, como num salto quântico; outras serão levadas a planetas retrogradas onde a vida é primitiva para tudo aprender novamente, pois o amor de Deus é sem limites; outras povoarão a terra de amanhã, totalmente Ascensionada, a nova Jerusalém.

Assim como o agricultor, prepara a nova semente com inoculante e tudo o mais que ela necessita para melhor produzir sem correr o risco de se perder, igualmente a Divindade, através destes templos de Luz que se levantam por todos os lados, preparam as almas com práticas especiais para melhor entender e se desenvolver como um prêmio por ter se mantido sadias, apesar de tanta degeneração.

Nestes Templos, são curadas, limpas e purificadas como as sementes de Deus que povoarão a terra de amanhã. São locais de regeneração física, moral e espiritual, dando ao indivíduo todos os meios para triunfar nesta existência.
Feliz aquele que foi escolhido por sua pureza e fé. Feliz aquele que tem olhos e vê que tem ouvidos e ouve.

Enio Chiappetti

Data
Artigos
As páginas deste site são acompanhadas com músicas que elevam a consciência.